URS na Tele1 Zurich :: 27/11/12


 
Jornalista: Você é uma estrela, sempre em viagem. Como é que é possível para você?
Urs: Porque nós terminamos nosso worldtour há três semanas. Estivemos viajando no Japão e na Europa, a fim de promover o nosso novo cd. Levantei-me hoje às 5 da manhã em Londres, tomei o avião para Zurique para fazer entrevistas com a imprensa e aqui estou agora na Tele M1.
 
Jornalista: Como resolve seu cansaço? Você ainda sente depois de todo esse tempo ou você já está imune?
Urs: Não, você nunca está imune. Isso é realmente o maior problema. Às vezes você não consegue dormir, devido à falta de tempo. E isso é a coisa mais importante para manter a voz em boa forma.
 
Jornalista: Mas como foi para você, que vêm do Willisau, um pequeno vilarejo, entrar no grande mundo?
Urs: Muito interessante. Eu vivi em Willisau até os 20 anos, quando fui para Lucerne para estudar na Academia de Música – Eu nunca tive a sensação de algo que falta e que eu queria chegar mais longe, que aconteceu de algum modo. Foi uma experiência avassaladora para mim no começo, quando me mudei de Lucerna para Amsterdã para meus estudos e é aí que tudo começou. Nos últimos dez anos, tenho sido literalmente viajar pelo mundo inteiro. Eu acho que é ótimo, muito interessante e proveitosa, porque você pode realmente ver o que está acontecendo lá fora e certamente amplia sua mente muito mais.
 
Jornalista: Como você se sente quando casa novamente?
Urs: É linda. Eu realmente gosto de Willisau. A Suíça é um dos países mais belos, isso é claro para mim e é isso que eu digo a todo mundo. Eu sou totalmente feliz, toda vez que eu chego na minha casa.
 
Jornalista: Como é que o sucesso pode mudar uma pessoa?
Urs: Tivemos sorte que sucesso só chegou pra nós com trinta e poucos anos. Acredito que naquele momento você está um pouco mais estável e que não se deixa levar tanto. O que poderia ter mudado mais é o fato de que temos viajado muito, vi o mundo todo e fomos confrontados com questões práticas em diferentes países e com diferentes pessoas e tivemos de lidar com elas ediariamente. Na minha opinião é o que tem o maior impacto sobre a personalidade.
 
Jornalista: Como todos sabemos, Il Divo se originou a partir de um casting em Londres no ano de 2004. Estou certo de que você seria aprovado neste casting com que 17 anos de idade. Teria sido diferente, se você tivesse feito essa experiência com essa idade?
Urs: Não, isso não é o ponto. Eu só estou dizendo isso porque eu sei que as pessoas que já foram bem sucedidos quando tinha 17 e apenas poderiam não lidar bem com isso, porque aconteceu muito rápido. Eles compraram uma Ferrari com 18 anos e quando chegam aos 21 esta tudo acabado e não tem mais dinheiro pra nada. Na nossa idade, eu acho, você deve saber como lidar melhor com suas finanças.

Journalista: Que carro você dirige, não é uma Ferrari, suponho?
Urs: Não, é um jipe. Seu valor é de 3000 francos suíços aproximadamente.
 
Jornalista: O que você faz, quando você tem algum tempo livre aqui na Suíça?
Urs: Então vou para o ‘Männsberg’ e como um Vermicelles lá. Eu pretendia almoçar lá hoje, mas, infelizmente, já é tarde demais para este ano.


“Isso é um Vermicelles”
 
Jornalista: O tempo poderia estar melhor ara a sua vista.
Urs: Bem, é novembro.
 
Jornalista: Para resumir, eu gostaria de falar com você sobre sucesso, sobre a vida. Você poderia nos dar algumas dicas sobre isso. Com 17 anos, você ainda tocava em uma banda de heavy-metal. Como você foi parar neste tipo de música, a música do Il Divo?
Urs: Com 21 anos, eu estava estudando música para me tornar um professor de música, em Lucerna. Minha voz de tenor de alguma forma, se destava e os professores recomendaram a música clássica. Eu considerei os seus conselhos e eu gostei. Então eu fui para Amsterdam, e com os meus estudos no Conservatório de lá, fui parar na Opera. Uma coisa levou a outra.
 
Jornalista: Finalmente, eu gostaria de falar sobre o álbum, que é chamado Greatest hits e já está disponível. Normalmente os artistas fazem esse tipo de álbum depois vinte a trinta anos. Por que vocês fizeram agora?
Urs: Porque em breve fará 10 anos desde que nos encontramos pela primeira vez. E nós lançamos seis ou sete cds. Até agora, temos olhado individualmente para as canções adequados para Il Divo, e nós colocamos juntas em um cd. Nós tivemos o suficiente disso por enquanto. É por isso que lançamos este álbum com quatro faixas novas que realmente sempre quis gravar, mas nunca poderia se encaixar antes e não vai caber em nossos álbuns futuros. Aqui elas são perfeitas.
 
Jornalista: Eu diria que é o presente de Natal perfeito. Muito obrigado por estar aqui e tudo de melhor.
Urs: Muito obrigado, foi um prazer.

Fonte da Entrevista em Inglês

bjos, Vir

One thought on “URS na Tele1 Zurich :: 27/11/12

Comments are closed.